Alteração ao novo pacote legislativo de acesso ao setor
Abril 23, 2018
A Direção Geral de Tráfego descumpre seu compromisso de proibir circulação de pesados nas estradas e seu desvio obrigatório para as rodovias de portagem.
Abril 26, 2018
Mostrar tudo

Os agentes da Associação de Tráfego da Guarda Civil denunciaram aproximadamente 25% dos veículos industriais controlados durante a campanha especial de monitoramento que a DGT realizou entre 26 de Fevereiro e 4 de Março. Durante essa semana, e sob o nome de Tispol Truck-bus, a Benemérita inspecionou 11.182 pesados e autocarros, dos quais 2.990 foram relatados por diversas razões.

As infrações mais comuns foram aquelas relacionadas a horas de condução excessivas e uso indevido do tacógrafo. Especificamente, agentes de trânsito relataram 533 motoristas de caminhão por exceder o número de horas de condução permitidas por lei.

Além disso, 499 foram sancionados para questões como deficiências técnicas do veículo, excesso de peso e malas de arrumação, enquanto 687 veículos destinados ao transporte de mercadorias apresentaram irregularidades administrativas relacionadas à documentação relativa ao veículo e ao motorista.

Dos quase 12 mil veículos inspecionados, apenas 66 motoristas não usavam um cinto de segurança e 42 estavam dirigindo com velocidade excessiva. Eles também são praticamente positivos para álcool e drogas ao volante. Nesse sentido, 16 motoristas manipularam seus caminhões sob os efeitos dos narcóticos (0,14%) e oito o fizeram com um nível de álcool no sangue maior que o permitido (0,07% do total).

Free WordPress Themes, Free Android Games