O novo regulamento sobre estiva de cargas entrou em vigor a 20 de maio, sem os devidos esclarecimentos do Tráfego sobre as responsabilidades dos transportadores
Maio 21, 2018
Cobrança de Portagens em todas estradas nacionais – Alemanha – 1 de Julho de 2018
Maio 22, 2018
Mostrar tudo

Os veículos pesados que são comercializados na Europa a partir de 2025 terão que reduzir suas emissões de CO2 em 15% em comparação aos registrados em 2019.

Esta é apenas uma das liminares divulgadas a 17 de maio, pela Comissão Europeia no âmbito da terceira e última fase do seu programa Europa em Movimento.

Além disso, a Comissão Juncker estabeleceu uma redução de 30% - com relação a 2019 - nas emissões de dióxido de carbono para veículos pesados. Segundo o executivo comunitário, esses objetivos - estabelecidos pela primeira vez na história dos veículos pesados - "permitirão que os transportadores (principalmente PMEs) obtenham economias significativas graças à redução no consumo de combustível", que a Comissão Europeia calcula até "25.000 euros em cinco anos".

De acordo com o presidente da Comissão, Jean Claude Juncker, estas metas são coerentes com os compromissos assumidos pela UE ao abrigo do Acordo de Paris "e serão alcançados graças a melhorias no" design mais aerodinâmico dos camiões e melhorando a rotulagem dos pneus ". A proposta de Bruxelas foi qualificada pelo comissário responsável pela Ação do Clima e Energia, Miguel Arias Cañete, como "uma oportunidade para a indústria europeia consolidar sua atual liderança em tecnologias inovadoras".

A Comissária Europeia dos Transportes, Violeta Bulc, assegurou que as medidas apresentadas constituem "um impulso decisivo e importante para os europeus beneficiarem de um transporte seguro, limpo e inteligente". “Convido os Estados-Membros e o Parlamento a viverem de acordo com estas ambições ", afirmou Bulc.

Free WordPress Themes, Free Android Games