FORMAÇÃO GESTÃO DE TRÁFEGO | LISBOA | JANEIRO/2020
Janeiro 2, 2020
Parceria ANTP com a CargonetOnline – Usufrua das vantagens!
Janeiro 17, 2020
Mostrar tudo

Acesso restrito em Madrid por falta de dístico ambiental

A Câmara Municipal de Madrid restringe o acesso a carrinhas, adequadas ao transporte de passageiros/cargas e a veículos de distribuição que não possuam dístico ambiental

Após a entrada em vigor do novo regulamento de acesso ao centro de Madrid, a 1 de janeiro, aprovado pelo Conselho de Administração da Câmara Municipal de Madrid, todos os veículos de entrega e distribuição de mercadorias com peso bruto até 3,5 toneladas encontram-se de momento proibidos de circular no centro de Madrid.

Na prática, esta medida significa impedir que mais de 8 000 veículos continuem a prestar os seus serviços, principalmente pequenas transportadoras autónomas, o que afectará seriamente o fornecimento de bens das mais de 17 000 empresas e estabelecimentos localizados nessa área.

Esta ação restritiva da Câmara Municipal de Madrid contrasta com a política realizada nesta área pela Câmara Municipal de Barcelona. Assim, na Zona de Baixa Emissão estabelecida no referido município, o acesso aos veículos particulares sem dístico ambiental foi restringido, concedendo um período transitório de um ano para que vans e veículos de entrega possam se adaptar ao novo regulamento, o que indica uma sensibilidade por parte da corporação catalã em relação ao grupo de transportadores e à atividade de serviço público que eles desenvolvem, o que contrasta com a posição intransigente dos funcionários municipais de Madrid.

 FENADISMER considera que o novo regulamento aprovado em Madrid está longe de contribuir para a redução da poluição. Assim, no que diz respeito aos novos prazos estabelecidos para a realização de trabalhos de carga e descarga, um dos aspetos mais preocupantes é a exigência de veículos para distribuição de mercadorias com categoria ambiental B de ter acesso obrigatório antes das 15 horas, mesmo que prestem serviços de entrega e fornecimento aos estabelecimentos no período da tarde (um importante estabelecimento no centro da cidade permanece fechado do meio-dia às 17 horas).

Proibida a circulação após as 13 horas, mas permanecendo dentro do limite, isso causará um congestionamento artificial de vans e caminhões no centro de Madrid, levando em conta que essa categoria de veículos representa mais de 55% da frota de transporte de mercadorias que opera em Madrid, especificamente, quase 30 000 veículos de entrega, de acordo com dados fornecidos pela própria Câmara de Madrid.

Free WordPress Themes, Free Android Games
InstagramFacebook